Fotografia de Moda

O surgimento da fotografia de moda está ligado diretamente a história das revistas de moda. Tudo começou mais ou menos no ano de 1880, quando as revistas de moda passaram a utilizar fotografias ao invés de ilustrações.  A partir daí, começou a surgir a profissão de modelo, já que as coleções dos estilistas não eram mais apresentadas por mulheres da alta sociedade.

Assim,a fotografia de Moda pode ser separada em 3 períodos:

-Fotografia Clássica (1914-1950)

-Fotografia Moderna (1950 -1980)

-Fotografia Pós-Moderna (1980 -até os dias de hoje)

 

Cada período teve suas características e fotógrafos que marcaram cada época.

Aqui no blog,iremos abordar cada período separadamente.O primeiro deles será a Fotografia Clássica:

Fotografia Clássica:

  • Esse período vai de 1914 até 1950
  • Nesse período as mulheres eram co-protagonistas em uma sociedade burguesa e masculina
  • Nas fotografias a mulher era um cabide,um manequim
  • A composição das imagens seguia segundo o padrão clássico da arte figurativa (perspectiva real ), e a utilização da postura corporal da modelo para induzir a sensação desejada pelo espectador.
  • Na maioria das fotografias o rosto da mulher não aparecia,pois as mulheres  não tinham um papel importante na sociedade.

Fotógrafos que marcaram a época:

-Horst P Horst

-Cecil Beaton

-Man Ray

-Erwin Blumenfeld

Falaremos de um fotógrafo(mais marcante) para cada época. No clássico,o mais marcante foi Horst P. Horst

Horst P. Horst

Nascido em Weißenfels-an-der-Saale, Alemanha, no dia 14 de agosto de 1906, Horst Paul Albert Bohrmann era o segundo filho de um próspero comerciante protestante de classe média – Max Bohrmann e sua esposa, Klara Schoenbrodt.

Na juventude, estudou no Kunstgewerbeschule (uma espécie de Liceu de Artes e Ofícios), em Hamburgo. Posteriormente, ele se transferiu para Paris, onde estudou arquitetura com o modernista Le Corbusier.

Eyes, hands and painting, 1936

(Eyes, hands and painting, 1936)

Em Paris, se tornou amigo dos grandes expoentes da vanguarda cultural daquela época. Em 1930, ele conheceu o Barão George Hoyningen-Huene, um nobre báltico nascido em São Petersburgo e fotógrafo da revista Vogue, que se tornaria o seu mentor intelectual e amante.

Lisa, Hands with Vase and Flowers, 1941

(Lisa, Hands with Vase and Flowers, 1941)

O fim dos anos 30 e o começo dos 40 foram o período de mais produtivo  da carreira de Horst.

Coco Chanel (Reclining), 1937

 

(Coco Chanel (Reclining), 1937)

Em outubro de 1941, se tornou oficialmente cidadão americano, como Horst P. Horst. Em 1945 ele fotografou o presidente Harry Truman, com quem estabeleceria uma amizade. Horst fotografou todas as primeiras-dramas americanas no período pós-guerra.

Mainbocher Corset, 1939

(Mainbocher Corset, 1939)

Horst trabalhou com fotografia  de design interiores e natureza morta,porém a maior parte ( e mais conhecida) de seu trabalho eram retratos e fotografias de moda.Ele costumava ser direto e passar poucas instruções às modelos. A maior parte de suas obras é em preto e branco, e até suas fotografias de cores apresentam uma configuração absolutamente monocromática.

Edith Sitwell, 1948

(Edith Sitwell, 1948)

 

First Lady Nixon

(First Lady Nixon)

A fotografia de Horst é em sua essência clássica e elegante, misteriosa e atraente; até suas séries de nudez, em que o fotógrafo brincava com a luz, tinham um ideal clássico.

Fashion  Alix dress Model Zelensky, 1936

(Fashion Alix dress Model Zelensky, 1936)

Os anos 70 foram ruins para Horst P. Horst, seu estilo de fotografia clássico e atemporal foi posto em desvantagem perante o estilo psicodélico e experimental daquela década, o que acarretou uma queda considerável da procura pelo seu trabalho. Felizmente, Horst foi redescoberto por um grupo de entusiastas do estilo na década de 80 o que resultou num aumento da demanda do trabalho do fotógrafo.

Round the Clock I, 1987

(Round the Clock I, 1987)

O fotógrafo morreu aos 93 anos de idade, em Palm Beach Gardens, na Flórida.
(http://www.horstphorst.com)

 

O próximo período abordado aqui no blog será  A Fotografia Moderna.

Até.

Matérias Técnicas do 2° ano

Bom,o ano começou e agora estamos no 2° ano do curso técnico em Processos Fotográficos!

Aqui estão as matérias que iremos ter e que serão sempre comentadas aqui no blog:

-Fotografia de Moda

-Fotografia Publicitária

-Fotojornalismo

-Tratamento de Imagem

-Fotografia Ambiental

-Fotografia de Paisagem,Arquitetura e Interiores

 

Se você quiser conhecer um pouquinho do curso,ou ainda outros ofertados,entre no site do Instituto Federal:

http://reitoria.ifpr.edu.br/

 

É isso aí! Até!

-Mari

Iluminação

Bom,o tema de hoje foi passado pra nós na aula de Equipamentos Fotográficos (sim,não vemos apenas coisas relacionadas ao equipamento fotográfico em si nessa matéria).

Meu professor disse e eu vou repetir: Essa é só mais uma maneira de classificar uma das formas de composição da fotografia.Nada é obrigatório,mas elas podem ajudar muito na hora de fazer a foto.

Hoje o tema é luz.E na hora de fazer a foto é essencial ter controle total sobre o que você faz com ela na fotografia.

Butterfly

A luz Butterfly tem como característica a sombra em forma de asa de borboleta abaixo do nariz. Notem que a luz principal é alta e frontal.

imagem01

Rembrandt

Essa luz,como o próprio nome já diz,é inspirada nas obras de Rembrandt,que tinha como característica a luz vinda de lado que acabava por prolongar a sombra do nariz,formando um triângulo bem marcado de luz abaixo do olho do lado mais escuro do rosto.

rembrandt

Dividida 

Essa tem como característica principal uma luz de alto contraste entre dois lados.Ocorre quando a luz principal não chega ao outro lado.

foto de joaopires série alto contraste numero3 olhares.com DIVIDIDA

Essa fotografia foi tirada por João Pires número 3 da série retratos de alto contraste (olhares.com)

Borda

Muitas pessoas confundem essa luz com a contra -luz (tópico a seguir),por ser uma luz quase vinda de trás.Mas a maneira de diferenciar é fácil.Na iluminação de borda,a luz vem dos lados  e revela mais do que em um contra-luz.

bordagatti

Essa fotografia foi tirada por Gatti

Contra -Luz

No contra-luz ,diferentemente da borda,existe apenas a silhueta a ser fotografada.E neste caso a luz vem de trás do que está sendo clicado.Também não existe tanta informação quanto no caso da borda.

joshimer Rodriguez  contra luz

Essa fotografia foi tirada por Joshimer Rodriguez 

Todas essas “classificações da luz”,podem favorecer diferentes focos fotográficos.Por exemplo,a luz butterfly (que é uma luz mais frontal),favorece melhor a pele da pessoa no retrato.Já a luz de borda não teria a mesma função,e sim um efeito mais dramático na foto.

Espero que tenham gostado e que utilizem essas técnicas de como iluminar.

Até!

Equilíbrio

Depois de pouco mais de dois meses estou voltando a postar aqui! O colégio no fim do ano passado estava realmente muito puxado.Fiquei com saudades de escrever no Girls Photographers.

Bom mas indo ao que realmente interessa ,hoje eu vou falar sobre um dos tópicos que agrega o enquadramento e a composição de uma fotografia que foi tema da matéria de Equipamentos Fotográficos na escola: O equilíbrio.

Existem,no geral, três tipos de equilíbrio:

-Equilíbrio simétrico

-Equilíbrio assimétrico

-Desequilíbrio

 

O equilíbrio simétrico ocorre quando de ambos os lados da fotografia existem pesos iguais.

Olhofiltrado

 

 

DSC08268

O equilíbrio assimétrico ocorre quando existem pesos em ambos os lados da fotografia mas os pesos são diferentes.

IMG_3935

DSC04195

O desequilíbrio ocorre quando em um dos lados da fotografia existe um grande peso e do outro lado um pequeno .Ou ainda quando em apenas em um dos lados existe algum peso.

Maria2

DSCN0269

O equilíbrio,por fim,é uma das formas de harmonizar a fotografia.Embora não “obrigatória” ,como disse meu professor em sala de aula, é uma das muitas “classificações” que existem para fotografar.

No próximo post eu pretendo falar sobre os tipos de iluminação de uma fotografia.Até lá!

Photos by Mariana Petrin

Ser ou não ser?

Esse é outro blog meu, que é resultado de um trabalho das matérias (que tenho no colégio) de foto na web e teoria das cores.

Em breve postarei mais fotografias relacionadas à ele,pois existe a primeira parte ( já executada) e a segunda parte (sendo executada agora).

Aqui abaixo algumas das fotografias:

DSCN0314

 

DSCN0301

 

DSCN0327

 

Se quiserem ver todo o trabalho : http://serounaoserpf1.wordpress.com/

Espero terem gostado das fotografias!

 

Até! 😀

-Mari

 

 

 

 

 

Predominância de cor

Aqui vai algumas fotos do meu trabalho de teoria das cores,onde eu tinha que colocar a predominância de cores das fotografias.

obs: as fotos NÃO são minhas e por terem sido as fotografias padrão para executar o trabalho,eu não sei de quem são.

Trees in November

foto 3 pronta

foto1pronta

fotoemJPGparaweb

foto 4 pronta

Todo esse processo foi feito utilizando as  ferramentas do Photoshop.

Até a próxima! 😀

-Mari

Marcelo Tinoco

Outro dia (30/08),fui até SP com a minha turma e  fomos ver uma mostra de fotografia no MASP.Eu andando , vendo as fotografias e aí eu paro e me deparo com umas fotos que eu adorei muito.Adorei pelo fato de serem cenas contraditórias e parecerem uma pintura e não uma fotografia (todas são fotografias).

tinoco1_2

O nome do fotógrafo é Marcelo Tinoco ele nasceu em 1967 em São Paulo e é formado pela FAAP-SP.

tinoco000

tinoco00

tinoco2_1

Aqui abaixo tem o site dele se você quiser conhecer mais o trabalho dele:

http://www.marcelotinoco.com.br/#/home/home/image_3

Até mais 😀

#Mari

Alça para câmera feita de tecido

Essa é para as meninas que amam fotografar e querem uma forma cheia de estilo para carregar a câmera. Hoje o post mostra pra vocês o passo a passo de uma alça super fofa, feita com um lenço grande antiguinho, que vai deixar o seu brinquedo preferido ainda mais charmoso. Quer ver como é super fácil?

foto1

Você vai precisar de:

– 1 lenço grande de tecido leve

– 1 pedacinho de couro

– 1 pistola de cola quente

– Tesouras

– 2 anéis em forma de D

– 2 ganchinhos

foto2

Passo 1: Dobre o pedacinho de couro como mostra a imagem

foto3

Passo 2: Com um marcador, faça um desenho em forma de D em cima da dobra, como mostra a figura. Corte o contorno, certificando-se de que as duas metades estão ligadas. Você vai precisar de dois iguais, como os abaixo

foto4

foto5

foto6

Passo 3: Você vai precisar franzir a extremidade do lenço para que ele caiba no pedacinho de couro que acabou de cortar.

foto7

Passo 4: Coloque as extremidades do lenço no lugar para ver se cabem.

foto8

Passo 5: Com a pistola de cola quente, passe a cola no centro do pedaço de couro e coloque a extremidade franzida, pressionando para baixo para fixar.

foto9

foto10

Passo 6: Passe cola em toda a borda do pedaço de couro e depois una as duas metades, como um sanduíche, pressionando bem.

foto11

foto12

Repita os mesmos passos do outro lado do lenço.

foto13

Passo 7: Prenda os ganchinhos nos anéis D.

foto14

foto15

Pronto!!! Está pronta a sua alça para câmera . E o melhor: feita por você!!!

foto16

Créditos: Dicas de Fotografia

Espero terem gostado! Até a próxima!

#Mari

Seleção de covers

Eu adoro procurar covers…às vezes são até melhores que os originais!Por isso hoje eu resolvi postar uma seleção de covers que eu adoro!

Cover de Price Tag ( Jessie J) de 6 meninas de um grupo chamado Cimorelli. Ótimo cover!

http://www.youtube.com/watch?v=AvFWBLOjisE&list=TLZHZFzz_NJAw

Outro delas mas de Dynamite (Taio Cruz) :).

http://www.youtube.com/watch?v=LE-9teL9fhs&list=TLZHZFzz_NJAw

E essa menina,Connie Talbot, foi descoberta no Britain’s Got Talent. Aqui ela canta Just Give Me a Reason (Pink).

http://www.youtube.com/watch?v=4_mEOb_jjn0

Essas são duas irmãs gêmeas (Jayesslee) .Aqui elas cantam uma versão de Gangnam Style que ,na minha opinião, é até melhor que a original :).

http://www.youtube.com/watch?v=XZ3OLswKKAw

Esse cover de Beauty and a Beat eu adorei!

http://www.youtube.com/watch?v=n-BXNXvTvV4

E por último o Tanner Patrick! Adoro ele! Aqui ele canta Pumped  Up Kicks ( Foster the People).

http://www.youtube.com/watch?v=s2JVFHPfpXQ

Espero que tenham gostado da minha seleção de covers! Até! 😀

#Mari

Como seria o céu das grandes cidades sem poluição nem luzes?

 

O excesso de iluminação, junto com a poluição desenfreada, fazem com que de noite não dê pra ver muito além de uma imensidão negra, que só é interrompida pelo brilho da lua. Já que não há muito o que se fazer na vida real pra mudar o cenário, o artista Thierry Cohen resolveu recriar o céus das grandes cidades.

 

Para isso, ele fotografou as metrópoles de noite, anotando a hora e a latitude e longitude exatas. Tendo em mãos esse referencial, o artista migrou pra outras regiões onde era possível enxergar o céu com mais clareza, e calculando o movimento de rotação da Terra, conseguiu captar aquele mesmo céu, só que muito mais bonito – com estrelas e constelações visíveis.

 

Veja o resultado:

 

ceu1

 

Los Angeles 34° 03’ 20’’ N 2010-10-09 lst 21:50

 

ceu2

 

Tóquio 35° 41’ 36’’ N 2011-11-16 lst 23:16

 

ceu3

 

Shanghai 31° 14’ 39’’ N 2012-03-19 lst 14:42

 

ceu4

 

Hong Kong 22° 17’ 22’’ N 2012-03-23 lst 16:16

 

ceu5

 

Nova York 40° 42’ 16’’ N 2010-10-09 lst 3:40

 

ceu7

 

Rio de Janeiro 22° 56’ 42’’ S 2011-06-04 lst 12:34

 

ceu8

 

Paris 48° 51’ 52’’ N 2021-07-14 utc 22:18

 

ceu9

 

São Paulo 23° 33’ 22’ S 2011-06-05 lst 11:44

 

todas as fotos por Thierry Cohen

(http://www.hypeness.com.br)

 

#Mari 😀